Sou Sonia Zorzi, uma mulher madura, que adora viajar e compartilhar minhas experiências de viagem.

Quando criança sonhava em conhecer o mundo. Olhando para trás percebo que os meus objetivos, embora não tão claros na época, eram estudar e ganhar dinheiro suficiente para poder viajar . Hoje, na maturidade, estou realizando o meu sonho.

Muito embora, alguns se surpreendem, na grande maioria das vezes viajo sozinha, não é sempre que tenho a companhia de amig@s para as minhas “aventuras”. E vale lembrar: sozinha ou acompanhad@, planejamento é fundamental para o sucesso de uma viagem.

Como fazer um planejamento? O que planejar?

a- Quando viajar ?- época do ano – minha primeira escolha é a época do ano. Pessoas maduras não precisam viajar nos períodos de férias escolares. Isso significa menos gastos, pois as passagens, a hospedagem, as atrações e os city tours são mais baratos.

Melhores épocas para viajar: do início de março a 3a. semana de junho  e de 2a. semana de setembro a 2a. semana de dezembro.

Você pode estar se perguntando por que 3a. semana de junho, 2a. de setembro e 2a de dezembro?

A partir da 3a semana de junho as passagens aéreas se tornam mais caras, por motivo das férias escolares que coincidem no mundo todo .

O término do período de férias, para voos nacionais, ocorre no final de julho, primeira semana de agosto. Para os   internacionais esse prazo varia entre o meio  de agosto e a primeira semana de setembro. Portanto, é a partir da 2a semana de setembro até a 2a de dezembro os preços são mais atrativos.

Em dezembro, voltam a aumentar por conta do Natal e Ano Novo, sendo que no período de ano Novo é muito mais alto ainda.

Para viagens pelo  Brasil, nos meses de janeiro e fevereiro os preços  são bastante altos, período de férias escolares e carnaval. Já  para os outros países mesmo sendo considerada baixa estação as passagens são um pouco mais altas do que nos períodos acima citados.

b- dia da semana – o dia da semana escolhido para viajar impacta nos preços das passagens sejam áreas, trens ou ônibus. Ao comprar compare os preços, pois dependendo do horário e dia as tarifas são reduzidas. No google, há comparação de passagens aéreas e você pode fazer essa consulta acessando:http://google.com.br/flights

c- Qual o meu destino? meu destino, podem rir se quiserem, depende das passagens que estão em promoção. Isto por que meu objetivo é conhecer o mundo, então a promoção pode  influenciar minha escolha.

Na minha última viagem, eu comecei a busca por Portugal, no meio do caminho, recebi um email com uma promoção, de passagens áreas, “imperdível” para Madrid. Como não conhecia o sul da Espanha e tinha interesse, mudei meu destino.

Minha sugestão é que você se inscreva nos sites de viagem, nos das companhias áreas, das ferroviárias, das rodoviárias, para que possa receber emails com as promoções.

Para pesquisar preços, mesmo tendo recebido os emails de promoção,  uso os seguintes sites: https://voesimples.com.br/  – https://www.decolar.com/ – http://www.viajarbarato.com.br/

d-  Quando comprar as passagens? compra de passagens – minha experiência  com compra de passagens baseia-se em aéreas e ferroviárias. Existem alguns sites de viagem que sugerem a compra de passagens aéreas com 56 dias de antecedência da data do embarque.

Minha sugestão, para passagens no Brasil,  é que você comece a pesquisar uns 6 meses antes,  e que a compra ocorra com uma antecedência de no mínimo 4 meses.

Já para o exterior, além de um período de antecedência, que a minha experiência recomenda, 5 meses, veja também a cotação do dólar, pois a cotação  influencia muito no preço.

e-compra de passagens aéreas com milhas – se você tem cartão de crédito inscreva-se nos programas de milhagem por eles oferecidos, bem como nas próprias companhias aéreas. Algumas delas tem cartão de crédito com a bandeira Visa e MasterCard, e nesse caso você obtém mais pontos por real gasto.

A melhor época para comprar com milhas é com  6 meses antes da data de embarque. Com essa antecedência há maior possibilidade de conseguir realizar a compra  e  ainda gastar menos milhas por trecho. Lembrando que nas épocas mais procuradas a quantidade de milhas sempre aumenta.

Eu uso o programa smiles, pois, para mim, ele é melhor, uma vez que tem várias companhias aéreas parceiras tais como: Airfrance, KLM, Delta, Copa, Emirates, TAP, Lufthansa, e outras.

Minha sugestão é que você compare os benefícios e escolha o programa mais adequado ao seu estilo de vida.

e- seguro de viagem – seguro de viagem é muito importante. Para Europa, Estados Unidos, Asia você não viaja sem seguro de viagem. Na grande maioria das vezes eles não pedem para ver o seguro na hora do embarque ou mesmo na imigração, mas pode acontecer.

Se você comprar a passagem aérea com cartões de crédito MasterCard, Visa, Amex, Dinners, você tem o seguro de viagem gratuito. Veja no site do seu cartão se você tem esse benefício  e como fazer para imprimir a apólice.

Na minha última viagem, comprei minha passagem com cartão Visa e foi muito fácil , não teve custo algum e obtive a apólice via internet na mesma hora.  O atendimento foi incrível.

f- Onde ficar? – hospedagem – escolher o(s) hotel(s), não é tarefa das mais fáceis. Minha sugestão é que você escolha um hotel em que o preço caiba no seu bolso,  que fique o mais perto possível das principais atrações turísticas, dos bares, dos restaurantes e que você possa andar a noite tranquilamente.

A grande maioria dos hotéis que ficam perto das principais atrações turísticas é um pouco mais cara, mas no final das contas compensa, pois você não terá de gastar com transporte. Faça essa conta antes de se decidir.

Importante, também, é comparar os preços dos hotéis, a opinião dos hóspedes, e ver qual a melhor relação custo/benefício. Para isso eu utilizo os sites abaixo:

https://www.trivago.com.br/   

https://www.booking.com/

https://www.expedia.com.br/

https://www.tripadvisor.com.br

g- roteiro de viagem –  fazer um roteiro de viagem é muitoooooooooo importante. Se não fizer, é possível que  fique perdido no tempo e acabe não aproveitando, tudo, o que poderia na sua viagem.

Pesquise os pontos turísticos mais relevantes e escolha os que você gostaria de ver e que cabem no seu tempo de viagem. Se precisar de ingressos, compre com antecedência. Eu pesquiso no https://www.google.com.br  e no

https://www.tripadvisor.com.br

Eles podem ser comprados via online. Deixo aqui o site que costumo usar para compra de ingressos e passeios. https://www.partner.viator.com/pt  –

h- as malas – meu intuito não é ensinar você a fazer malas, mas sim lembrar que as companhias aéreas cobram por elas. Observe ao comprar sua passagem se a mala está incluída e qual o peso permitido. As vezes o preço mais barato (low cost), não inclui a mala e você paga um valor para despacha-la. Na maioria dos casos a soma do preço passagem + o despacho de bagagem, é maior que o da passagem em que a bagagem está inclusa.

Na minha viagem a Espanha, eu fui de Madrid para Granada de avião. A passagem mais barata era 38 euros e o despacho da bagagem (23kg) custava 30 euros, o que tornava o preço total de  68 euros, eu comprei pela mesma companhia uma passagem no valor de 59 euros que incluía bagagem de 23kg.  Fique atento.

Ainda sobre malas, procure não exceder o peso, não levando em conta, somente, as regras das companhias aéreas, mas também sua forma física, ou seja quanto peso você pode carregar.  Quanto mais leve melhor.  Lembre-se você terá de carrega-las, principalmente se viajar para fora do Brasil.

Na Europa, Estados Unidos, Asia , alguns países da América Latina e Central, os taxistas não são tão gentis quanto os brasileiros e muito dificilmente ajudam você a carregar ou descarregar a mala.

Espero ter ajudado você . Até a próxima e boa viagem.